Câmara Municipal realiza reunião sobre despejo de rejeitos em Água Boa

reuniao descarte rejeitosAconteceu na manhã desta quinta-feira (25.04), nas dependências da Câmara Municipal de Água Boa, uma reunião com a presença dos vereadores Fernando de Melo Quintanilha e Leonardo Leite Ribeiro, Secretário Municipal de Administração Luiz Omar Pichetti, Engenheira Sanitária Áurea Campos, Engenheiro do Meio Ambiente e Resíduos Sólidos Rodrigo Rebelatto Silva, Engenheira Ambiental do CODEMA Juliana Batista dos Santos, Defensora Pública Drª Carolina Renee Pizzini Weitiewic, proprietário da empresa Tô Limpinho Régis Rezende e  imprensa local, para debater sobre o descarte dos rejeitos produzidos pelas fossas, realizado no aterro (lixão) do município de Água Boa.

A Defensoria Pública instaurou procedimento preliminar de Ação Civil Pública, no dia 11 de março de 2019, para investigar o descarte dos referidos rejeitos. As investigações por parte dos Defensores Públicos, ocasionaram a proibição dos despejos, por parte das empresas de limpa fossa, no aterro (lixão), por não ser um local apropriado. A Prefeitura foi notificada sobre os crimes ambientais oriundos da ação e proibiu as empresas de limpa fossa, de despejarem os rejeitos no lixão. Desde então, as empresas vêm sendo obrigadas a levar os dejetos para Nova Xavantina, município mais próximo, que possui uma estação de tratamento terceirizada/privatizada e licenciada para receber os dejetos. “O problema é que agindo dessa forma, os custos do serviço aumentam para as empresas e consequentemente para a população”, declarou o empresário Régis Rezende.

Uma estação de tratamento de esgoto está sendo construída em Água Boa, no Bairro Vila Nova, obra que já dura 3 anos e tem previsão de término para daqui a um ano e meio ainda.  Na reunião de hoje, os representantes do Executivo Municipal, declararam que os recursos são escassos para ter um sistema de saneamento básico para atender o município inteiro e por isso medidas paliativas deverão ser apresentadas para solucionar o problema. A Defensora Carolina Renee, cobrou exatamente essas medidas, pois também está sensibilizada pela causa da cidade. Ao final da reunião, ficou firmado entre os presentes, o compromisso, por parte do Executivo Municipal, de apresentar no prazo de 10 dias, uma solução imediata, enquanto a obra da estação de tratamento não fica pronta.

“ A reunião foi proposta para tentar solucionar a questão, pois os vereadores são constantemente cobrados pela população e pelas empresas de limpa fossa, e apesar de não ter havido um resultado satisfatório, acreditamos que estamos mais perto de resolver o problema, por isso continuaremos cobrando uma solução viável em benefício da população”, concluiu o vereador Fernando de Melo Quintanilha, em nome do Legislativo de Água Boa.

Blog dos Vereadores


alan ari bibelo cesinha fernando jonathan leo mari quincao renato sandro

Transparência

Fale Conosco

Câmara Municipal de Água Boa - MT

Rua 09, nº 485 - Centro | CEP: 78635-000

Fones: (66) 3468-1113 (Fone e Whatsapp)

Horário de Atendimento: Segunda a Sexta-Feira das 07h às 18h